Dicas para elaborar os termos de uso da sua loja virtual

Uma loja virtual existe exatamente para ser um meio facilitador da compra feita on-line. Para isso, o e-commerce deve colocar em contato o consumidor e o objeto de seu desejo, além de auxiliar de forma transparente e descomplicada a finalização da compra e o processo de pagamento. Os termos de uso da sua loja virtual deve consistir em uma parte importante dessa transação, visto que oferecem regras, condições e informações diversas sobre a relação de consumo que vai ser concretizada.

Os termos de uso são uma parte muito importante do seu e-commerce, apesar de muitas vezes serem negligenciados pelos usuários que avançam a página de apresentação dessas cláusulas sem as ler com o devido cuidado.

Mas você sabe como elaborar, de maneira eficaz e adequada, os termos de uso de sua loja virtual? Veja nossas dicas a seguir.

Seja claro e preciso no conteúdo.

Os termos são onde ficam arrolados os esclarecimentos que dizem respeito a como serão usados os dados pessoais cadastrados pelos consumidores, as responsabilidades pelo negócio que será concretizado, as políticas de troca, entre outras informações.

Portanto, os termos de uso consistem em um relevante expediente para o bom relacionamento entre cliente e loja virtual. Eles funcionam como uma espécie de contrato entre as partes do negócio. Por isso deve ser bastante claro e preciso em suas considerações.

Separe uma seção reservada do portal para tratar do assunto.

Muitas vezes, as informações dos termos de uso e políticas de privacidade surgem na tela do cliente como uma fase no processo de fechamento de compra. Ele escolhe a opção de prosseguir, depois de marcar o item pelo qual indica que leu os termos de uso. Na maioria das vezes, o usuário prossegue sem ler.

Mesmo assim, colocar os termos de uso nessa etapa é uma medida conveniente para os responsáveis pela loja virtual. Afinal, ao prosseguir, o consumidor manifesta-se como se houvesse aprovado aquelas cláusulas. Por outro lado, é igualmente importante apresentar os termos de uso também em uma seção específica do portal, com um link na página inicial. Isso permite que qualquer interessado acesse tais informações quando quiser.

Seja minucioso em relação a cláusulas importantes.

Os termos de uso podem descrever coisas bem particulares, como, por exemplo, o processo de cobrança de determinadas taxas de envio do produto para a residência do consumidor. Inclusive, sobre alguns aspectos específicos, é útil até a apresentação de exemplos e exposições bem discriminadas.

Avalie com calma e seja criterioso na hora de eleger quais os pontos são mais importantes no seu negócio. Seja sempre minucioso na redação dessas informações.

Fique vigilante às disposições do Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90)

Limitações de responsabilidade, políticas de troca e devolução, atendimento ao cliente, entre outras cláusulas, não podem ser abusivas. Mesmo que escritas nos termos de uso e aceitas pelo cliente, elas não farão frente ao Código de Defesa do Consumidor se houver algum problema. Portanto, esteja ciente sobre a legislação civil que trata do consumo e elabore seus termos de acordo com ela. Você pode ler e checar os termos de uso de outras lojas virtuais para saber como elas lidam com algumas situações.

Caso você ache muito complicado elaborar sozinho essa importante parte de sua loja virtual, você poderá contar com o auxílio de um advogado que seja especializado na área de comércio eletrônico. Ou ainda, contratar uma empresa especializada para fazer o serviço.

Certamente, produzir termos de uso eficazes e bem-feitos evitará muita dor de cabeça mais tarde!


Comentários

Comentários

Equipe iSET

Somos os maiores especialistas em e-commerce no Brasil! Quer começar sua loja virtual? Fale conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *