6 dicas para lojas de suplementos alimentares online

O mercado de suplementação alimentar está a todo vapor! As pessoas estão cada vez mais preocupadas em manter um corpo saudável, sendo notável o aumento, nos últimos anos, da procura por academias, atividades esportivas e hábitos alimentares mais saudáveis. Nesse cenário, os suplementos alimentares ganharam destaque por contribuir significativamente para a obtenção de resultados de forma a preservar a saúde.

A procura por produtos de suplementação alimentar também cresceu na internet e os gestores que querem lucrar precisam saber aproveitar essas oportunidades em seus e-commerces.

Conheça agora nesse post 6 dicas para lojas de suplementos alimentares online!

Tenha um site atrativo

O primeiro passo para conquistar clientes para a sua loja é ter um site atraente. A aparência da sua página formará a primeira impressão do consumidor e pode influenciar em grande parte as negociações. A plataforma deve oferecer ainda a comodidade e segurança que o cliente espera, contando com uma diversidade de formas de pagamento.

Por comercializar suplementos alimentares, é importante que o e-commerce faça destaques com fotos e vídeos de resultados motivadores, enfatizando os potenciais benefícios oferecidos ao agregar os suplementos a uma dieta equilibrada e uma rotina de exercícios físicos.

Guia Definitivo para obter sucesso online com uma loja de Suplementos e Saúde

Ajude o consumidor a escolher os produtos

A ideia nesta dica é aumentar a afinidade entre a loja e o cliente. As informações, descrições e fotos devem ser suficientes para que o consumidor consiga visualizar o produto mesmo sem a presença física.

Mas, além disso, a loja também pode oferecer um contato mais direto com os seus clientes através de chats online para que o consumidor possa ser atendido em tempo real — como se estivesse em uma loja física.

Dessa maneira, é possível orientar o consumidor a fazer a escolha do produto que melhor atende às suas necessidades, uma vez que o vendedor conhece as peculiaridades de cada um de seus produtos, favorecendo, assim, as chances de concluir as vendas.

Seja claro quanto a procedência e garantia de qualidade de seus suplementos

Uma das maiores preocupações de quem faz compras online é a garantia do produto e sua origem. É muito importante que o site contenha todas as informações necessárias sobre essas e outras questões para que o cliente se sinta seguro para comprar.

Na área de alimentação essa percepção é ainda mais forte. Afinal, as consequências do consumo de um produto alimentício de má qualidade podem ser bem mais graves. Então, é imprescindível que os produtos do seu e-commerce tenham uma certificação de qualidade e garantia.

Fique de olho no estoque

Alguns produtos podem variar a sua demanda de acordo com algumas sazonalidades. Por essa razão, é crucial definir como será gerenciado o estoque do seu negócio.

É possível trabalhar sem estoque físico e fazer as encomendas de acordo com as solicitações de pedidos. Entretanto, para que esse sistema funcione, é importante controlar o estoque do fornecedor, bem como os prazos e condições de entrega.

Outra possibilidade é manter um estoque físico que possa atender aos clientes em pronta entrega. Porém, neste caso, será necessário um estudo e planejamento prévios para investir nos produtos de maior liquidez.

Pense na hipótese de trabalhar com produtos importados

Segundo indicativos sobre a margem de lucro obtida no mercado de suplementos alimentares, os produtos importados podem chegar a dobrar a lucratividade da empresa se comparado à margem de lucro de produtos nacionais.

Fidelize os seus clientes

Manter fiéis os seus clientes é mais importante do que conseguir novos. Afinal, a suplementação alimentar pressupõe um consumo contínuo. Sendo assim, a loja deve oferecer aos seus consumidores vantagens e descontos que os motivem a continuar comprando em sua loja.

Isso pode ser feito através de sistema de pontos, vale de descontos para próximas compras e outras vantagens que vão garantir que os clientes fiquem satisfeitos e recomendem a sua loja.

E você, está preparado para oferecer todos esses benefícios em seu comércio virtual? Compartilhe com a gente as suas principais dificuldades. Nós podemos te auxiliar!


Comentários

Comentários

Equipe iSET

Somos os maiores especialistas em e-commerce no Brasil! Quer começar sua loja virtual? Fale conosco.

6 comentários em “6 dicas para lojas de suplementos alimentares online

  • 23 de junho de 2016 em 19:11
    Permalink

    Olá boa noite a todos! Para abrir uma loja virtual e vender suplementos , preciso ser nutricionista? E poderia abrir uma loja virtual para divulgar produtos de uma empresa por exemplo.

    Resposta
    • 18 de julho de 2016 em 15:27
      Permalink

      Olá, Luciano. Você pode vender produtos de suplementos sem um nutricionista, desde que seus produtos sejam legalizados e devidamente licenciados para comercialização. Recomendo que você dedique uma área dentro da página de informações do produtos com especificações nutricionais e orientações e dicas aos clientes. Sim, claro. Veja um exemplo do nosso cliente http://www.espartanos.com.br. Essa loja vende produtos de várias marcas. Se puder ajudar com mais alguma coias, envie um e-mail para falecom@iset.com.br. Grande abraço.

      Resposta
  • 20 de agosto de 2016 em 22:11
    Permalink

    Olá, quanto a legalização do produto. Se o produto é comprado diretamente fora do pais, e trazida para o Brasil e só após a chegada n Brasil ser comercializado, ou seja, esse produto não foi importado e sim comprado como venda direta. Posso comercializar esse suplemento?

    Grato!

    Resposta
    • 22 de agosto de 2016 em 10:37
      Permalink

      Olá, Alan. Primeiramente, obrigado por compartilhar sua dúvida conosco. Bom, quanto a legalização nada impede que você comercialize produtos importados no Brasil, desde que você tenha a nota fiscal de compra do produto, isso é permitido. Agora, a grande questão é o direito de propriedade do produto. Sendo um produto de outra marca você precisa de ter uma licença da entidade responsável pela marca para revender em território nacional. Do contrário, você estará sujeito à notificação da marca pedindo a remoção imediata do produto do catálogo da sua loja.

      Grande abraço!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *