Gestão de estoque: como fazer uma gestão eficiente dos produtos do seu e-commerce?

Ter controle do estoque é fundamental para quem quer oferecer o melhor atendimento para o comprador. Afinal, a gestão de estoque ajuda nas suas vendas, uma vez que você garante o atendimento de todos os pedidos sem atraso na entrega — e isso só gera satisfação e colabora para a fidelização dos consumidores.

Confira, a seguir, algumas dicas para fazer uma gestão de estoque eficiente dos produtos do seu e-commerce:

Os tipos de estoque para e-commerce

Antes de optar pela melhor gestão de seu estoque, é preciso definir qual o tipo de negócio envolve o seu e-commerce. Empresas que têm uma demanda alta ou uma grande variedade de produtos, possuem um estoque diferenciado das empresas que confeccionam o produto “sob medida”.

Sendo assim, existem 2 formas de estoque que os e-commerces mais utilizam:

O drop shipping

O e-commerce que utiliza esse tipo de estoque possui um estoque vazio, ou seja, compra os seus produtos conforme os pedidos vão surgindo. Esse modelo de estoque é um tanto arriscado, visto que muitos fornecedores podem atrasar a entrega dos seus produtos — o que atrasaria, consequentemente, a sua entrega para o consumidor final.

O drop shipping é indicado para os empreendedores que estão começando seu e-commerce agora e ainda não têm capital para investir em grandes estoques. Nesse caso, é importante escolher fornecedores de confiança e, também, fornecer um prazo realista para os seus consumidores.

O estoque tradicional

Utilizado principalmente por e-commerces que têm uma grande demanda de pedidos, o estoque tradicional é o modelo em que os próprios empreendedores compram os produtos com antecedência.

Vale mencionar que é necessário ter um espaço físico compatível com o tamanho do seu estoque. Além disso, a organização e o controle de estoque são fundamentais para manter a ordem nem ter transtornos no futuro.

O mapeamento de fluxo do estoque tradicional

É fundamental fazer um mapeamento de fluxo para o controle de estoque. Para isso, é preciso analisar o histórico de vendas, que te ajudará a ter uma ideia da demanda de cada produto e qual é o prazo de reposição de cada um deles.

O mapeamento de fluxo é uma estratégia utilizada por quem mantém o estoque tradicional em seu e-commerce. Por meio dele é possível saber qual produto vende mais e qual é a frequência de pedidos. Vale ressaltar que os períodos sazonais devem ser levados em consideração na hora de montar o seu fluxo de estoque.

A curva ABC

Há um modelo de controle de estoque conhecido como curva ABC e, nesse modelo, é possível mapear e definir quais produtos têm maior demanda para o seu e-commerce. Para colocá-lo em prática, é preciso analisar o giro de estoque, a proporção sobre o faturamento e a margem de lucro em um determinado período. Tudo isso em ordem decrescente.

A partir disso os produtos são definidos em 3 classes:

  • a classe A, que são os produtos de maior demanda, representando em média 50% dos pedidos;

  • a classe B, que são os produtos de demanda moderada, representando em média 30% dos pedidos;

  • a classe C, que são os produtos de pouco giro, representando em média 20% dos pedidos.

A gestão de estoque é fundamental para o bom funcionamento de seu e-commerce. Se você é empreendedor e investe nesse tipo de negócio, dê mais atenção ao seu estoque e melhore os seus resultados.

Gostou das nossas dicas de gestão de estoque? Então compartilhe este post nas redes sociais!


Comentários

Comentários

Equipe iSET

Somos os maiores especialistas em e-commerce no Brasil! Quer começar sua loja virtual? Fale conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *