Aprenda a definir objetivos e estratégias para o ano que se inicia!

Os modelos de negócios estão sempre mudando. São novas tendências, novos hábitos e anseios, e consumidores cada vez mais exigentes. Por isso, todos os anos é muito importante estabelecer objetivos claros em seu empreendimento para que eles possam nortear os trabalhos do exercício que está por vir, de forma a alcançar as metas propostas de maneira eficiente e sempre visando o aprimoramento constante.

Entretanto, alinhar metas, estratégias e táticas não é tarefas das mais simples e, por muitas vezes, acabam confundindo toda a equipe, que não atinge os propósitos esperados. Por isso, neste post vamos ensinar a definir objetivos e estratégias para este ano que se inicia. Confira:

Antes de qualquer coisa, vamos esclarecer o que são e no que consistem alguns aspectos organizacionais:

Objetivos

Para que os objetivos possam ser alcançados, suas metas devem mensuráveis e realistas. Ou seja, sua equipe precisa saber o que fazer e qual o prazo para isso, antes da estratégia ser definida.

Podemos citar como exemplos um incremento de 20% nas vendas globais até o fim do ano; aumento de 15% dos lucros dos próximos semestres ou um crescimento de mercado de 10% até 2016.

Estratégias

Aqui você define como sua equipe atingirá os objetivos propostos. As vendas podem aumentar devido ao lançamento de um novo produto ou de novas linhas de algo já existente, promoções estratégicas e conjuntas com outros produtos, itens exclusivos ou pela comercialização de produtos de um novo segmento ainda não explorado.

E nessa situação, sempre é válido ter um plano B para o caso de sua estratégia inicial não surtir o efeito planejado. Assim como os objetivos, suas estratégias também precisam ser claras e com chances reais de ser bem sucedidas.

Táticas

São as ferramentas e ações de apoio para que suas estratégicas funcionem. Um site mais rápido, maior número de itens disponíveis em sua loja, logística mais eficiente para diminuir o tempo de entrega, melhores formas e condições de pagamento e incentivos para fidelizar os clientes, como cartões de fidelidade ou acúmulo de pontos, são alguns exemplos.

A importância de definir objetivos e estratégias para o lojista

Vamos nos colocar do lado do consumidor e tomar como exemplo alguém que tem como objetivo adquirir um carro novo. Primeiramente, é preciso definir claramente esse objetivo: qual veículo você irá adquirir. Mas lembre-se de que essa comprar deve ser viável e caber em seu orçamento presente. O modelo que você escolheu é mesmo necessário e se encaixa em seu perfil de comprador?

Em seguida será definida a estratégia de compra do automóvel. O seu carro antigo ou alguma quantia será dada como entrada? O pagamento será a vista ou todo financiado? No caso do financiamento, de quantos meses e quanto você precisará desembolsar por mês para conseguir quitar sua compra? Onde é o melhor lugar para comprar esse carro novo? Seu orçamento doméstico não será prejudicado?

E por fim, as táticas serão aplicadas: você será beneficiado com quais acessórios? A documentação e o seguro estão inclusos na compra? Seu décimo terceiro ou o bônus de fim de ano poderão ser usados para acelerar o pagamento do veículo?

Na prática:

Voltando para o lado do empreendedor, o mesmo acontece. Primeiramente você precisa definir suas prioridades e atentar-se para a viabilidade de suas ideias para, em seguida, planejar a melhor forma de pôr isso em prática e as ações de apoio para ajudar no cumprimento daquilo que foi previsto.

E assim como na compra do carro, de nada adianta ‘dar um passo maior que a perna’ e querer aumentar suas vendas em mais de 50% em um único ano ou comprar uma Ferrari, se você não tem renda para isso. O sucesso depende de trabalho e dedicação.

Riscos

Em todo tipo de negócio e na vida os riscos estão sempre presentes. E devem, e muito, serem considerados no meio do percurso, pois um mínimo incidente pode mudar tudo de uma hora para outra. Por isso, até os menores riscos devem ser mensurados para evitar grandes surpresas. Suposições devem ser levadas em conta para minimizar contratempos desagradáveis que podem afundar seu negócio.

Agora é com você, lojista! Ponha suas ideias em prática, estabeleça seus objetivos, defina suas metas, trace suas estratégias e vá adaptando ou redesenhando tudo aquilo que for necessário ou que trará melhores resultados.

Continue acompanhando o blog e fique por dentro de dicas e notícias!

 


Comentários

Comentários

Equipe iSET

Somos os maiores especialistas em e-commerce no Brasil! Quer começar sua loja virtual? Fale conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *