Como lidar com as sazonalidades nas vendas

Todos sabemos que, independentemente do produto que comercializa ou do segmento em que atua, o empresário sempre se depara ao longo de sua trajetória com períodos de fartura e de escassez de vendas. Este ano, por exemplo, o Brasil está sediando a Copa do Mundo de futebol e em 2016 a cidade do Rio de Janeiro sediará os jogos olímpicos, eventos que certamente aquecerão o mercado brasileiro.

Por outro lado, em outros momentos, podem surgir circunstâncias adversas que prejudiquem momentaneamente os negócios. A essas circunstâncias, tanto positivas como negativas, os especialistas denominaram “sazonalidade”.

Você está preparado para lidar com este fenômeno? Pensando em nossos leitores, preparamos um texto com três dicas fundamentais para que você não seja pego de surpresa e saiba transformar esse desafio em um verdadeiro sucesso. Confira!

Planejamento

É notória a importância da gestão correta e eficaz de ferramentas de controle financeiro, como o fluxo de caixa, por exemplo. No entanto, é importante frisar que os registros e projeções relativos a períodos de tempo mais amplos, semestrais ou anuais, também são de suma importância e devem ser levados em consideração em momentos de tomada de decisões. Isto porque permitem a visualização de flutuações sazonais comuns, como feriados e datas comemorativas.

O período do início do ano, por exemplo, é considerado por muitos como uma época em que as vendas caem, uma vez que muitos brasileiros estão comprometidos com o pagamento do IPVA, do seguro do automóvel, com as despesas da volta às aulas, bem como com as dívidas do final do ano anterior. A empresa que não se planeja para essas eventualidades retrocede, enquanto a que se planeja dá um passo atrás para, em seguida, dar dois para frente.

Adaptação

Em algumas ocasiões, entretanto, deparamo-nos com algumas flutuações extraordinárias e únicas, como é o caso dos grandes eventos que o Brasil sediará ou, ainda, de crises econômicas ou ondas de calor durante o inverno. Todas essas situações modificam o comportamento do consumidor e, é claro, se refletem no faturamento das empresas.

O empresário deve estar sempre atento a essas mudanças, que algumas vezes podem ser sutis, e, com base nelas, elaborar um plano para tirar proveito das circunstâncias. Isso pode se dar com o aumento ou a diminuição do estoque, a redução ou ampliação da equipe, investimento em treinamento para atender a um público específico, entre tantas outras medidas. O ponto chave é ser dinâmico e ter a capacidade de se adaptar em pouco tempo.

Conhecimento do produto

Muitas vezes a atividade empresarial exercida tem como motores principais produtos que geram uma rentabilidade maior em determinadas épocas do ano, como, por exemplo, o varejo de malhas no inverno e o de hortifrutigranjeiros na época da colheita.

É importante lembrar que o trabalho deve ser contínuo mesmo fora da “época de vacas gordas”, posto que certamente a concorrência também estará se preparando o ano todo para esse momento decisivo. É importante não perder o contato com o cliente neste período e aproveitar para investir em melhoramentos, campanhas e produtos secundários.

Por fim, é importante sinalizar que as variações sazonais, de fato, representam um desafio na administração de uma pequena ou microempresa e que o empresário não poderá ignorá-las. No entanto, o trabalho duro aliado ao conhecimento das finanças e à técnica da boa gestão possibilita que o administrador potencialize as oportunidades e aprenda a reverter ou lidar com os reveses.

Gostou das nossas dicas? Não deixe de entrar em contato conosco através de nossos canais de comunicação. Sua opinião é muito importante para nós!


Comentários

Comentários

Equipe iSET

Somos os maiores especialistas em e-commerce no Brasil! Quer começar sua loja virtual? Fale conosco.

Um comentário em “Como lidar com as sazonalidades nas vendas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *