Empresas se unem para implementar sistema Linux em carros

Semana passada, a Fundação Linux anunciou a criação do projeto Automotive Grade Linux (AGL), destinado a desenvolver e facilitar o desenvolvimento de dispositivos automotivos com novas tecnologias, que deixarão os carros mais inteligentes num futuro próximo.

Jaguar, Land Rover, Nissan e Toyota estão entre as primeiras montadoras a participar do projeto. Outros membros incluem Intel, Nvidia, NEC, Denso, Samsung e Harman.

Uma grande mudança já está em curso na indústria automotiva. As montadoras estão utilizando novas tecnologias para atender às expectativas dos consumidores ao trazer a mesma conectividade em carros como o que é hoje a norma em casas e escritórios. Supõe-se que serão criados sistemas de entretenimento, navegação e controle do veículo e também de velocímetros, conta-giros e hodômetro.

“A missão da Tizen é criar algo como o Debian ou o Fedora automotivo”, diz Jim Zemlim, diretor executivo da Fundação Linux, de acordo com a fundação, um grande aspecto que será levado em conta para os sistemas será a maior vida útil dos carros perante os computadores, fazendo com que os sistemas funcionem por vários anos sem qualquer problema.

No momento, não há previsão para os primeiros carros movidos à Linux cheguem as ruas.

Linux: Sistema operacional de código-aberto concorrente do Microsoft Windows, originalmente criado por Linus Torvalds.

Debian e Fedora: Versões diferentes do sistema operacional Linux.

Tizen: Subdivisão da Linux Foundation responsável pelo projeto Automotive Grade Linux.


Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *