fbpx

5 tendências que estão transformando o mercado de e-commerce

Em um segmento tão mutável quanto o mercado de e-commerce, acompanhar as tendências pode representar uma grande vantagem competitiva. Ocorre que as novidades, a inovação, as tecnologias e as novas abordagens ajudam a impulsionar as vendas no meio digital, bem como a forma como o público e a marca se relacionam.

 

Neste post, apresentamos algumas das tendências que farão parte do e-commerce nos próximos anos. Boa leitura!

1. Chatbots

De acordo com a consultoria Gartner, até 2020, 85% das interações dos consumidores serão conduzidas por ferramentas automáticas, como os chatbots. A intenção é reduzir interferências externas, bem como dinamizar o atendimento e a experiência de compra. O negócio, por sua vez, ganha com produtividade, reduz custos e agiliza processos.

2. Inteligência artificial

Inteligência artificial e machine learning são cada vez mais comuns no e-commerce. A facilidade de acesso a esse tipo de tecnologia permite que até negócios menores usufruam da automação de processos, dos chatbots que aprendem com as interações, da indicação de produtos com base no acesso do usuário e outros.

 

A ideia é utilizar recursos para tornar as ações mais eficientes. Nos próximos anos, tecnologias novas, adaptáveis e de fácil utilização estarão em evidência no e-commerce, em especial para a captação e a análise de dados. Dessa forma, será possível ser mais preciso na apresentação de soluções para o público.

3. Realidade aumentada

Realidade aumentada é toda integração virtual (de elementos ou informações) ao cenário real por meio da visualização em um dispositivo específico. Com os smartphones mais sofisticados, é possível utilizar as câmeras e a tela para simular o uso de produtos ou desenvolver novas experiências para o consumidor. Algumas lojas já oferecem essa experiência. Nesse caso, usam simuladores que permitem que o cliente personalize roupas, sapatos e outros acessórios.

4. Comando de voz

Nos próximos anos, mais pessoas vão utilizar o comando de voz em ações na internet. Há um crescimento da expectativa de que os consumidores adotem cada vez mais aplicações como a Siri, da Apple, e a Alexa, da Amazon, em suas compras.

 

Apesar de gradual, a mudança deve reduzir a quantidade de carrinhos abandonados, já que o processo de compra será mais impulsivo, ágil e sem interferência. É importante criar conteúdo específico para essa etapa, além de usar a otimização para motores de busca (Search Engine Optimization – SEO), que se baseia em textos e imagens.

 

Essa tecnologia já é real para usuários norte-americanos do Google Assistant. Lá, eles têm a opção de adquirir produtos do Walmart pelo smartphone ou por outras mídias conectadas ao Google Home.

5. Pickup store (Sistema compra e retira)

Esse sistema permite que o consumidor selecione e efetue o pagamento pelo site para, depois, retirar o item em um ponto físico. A vantagem é que ele não precisa pegar filas e a encomenda já estará preparada quando ele for buscá-la. Muitas empresas que atuam no Brasil veem com bons olhos essa prática. Elas até adaptaram a estratégia para que, quando o cliente chegar à loja física, os vendedores já tenham em informações sobre ele e possam apresentar ofertas mais adequadas.

 

Enquanto algumas dessas tendências já são realidade no mercado de e-commerce, outras ainda são menos acessíveis. Se você atua nele, vale a pena ficar atento para saber quando adotar esses conceitos no seu negócio.

 

Quer conhecer soluções para aplicar no seu empreendimento? Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudá-lo com as ferramentas certas para tornar seu negócio virtual um sucesso.


Comentários

Comentários

Sou gestora do time de Sucesso do Cliente na iSET e meu maior desejo é te ajudar a entender o universo do e-commerce de forma descomplicada!
Post criado 47

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo